segunda-feira, 26 de novembro de 2012

FEDERAÇÃO ESPÍRITA PIAUIENSE COMPLETA 62 ANOS DE FUNDAÇÃO




A FEPI iniciou nesse domingo (25) a comemoração dos seus 62 anos de trabalho, com um Encontro de Dirigentes e Trabalhadores da FEPI e dos Centros Espíritas.

As comemorações seguem até o dia 02/12. 

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO:


--> Dia 27/11 (terça)

18h30 – “Apologia a Chico Xavier - “O Maior Brasileiro de todos os tempos” - (Jornalista Saulo Gomes - SP)


--> Dia 28/11 (quarta)

16h – Palestra: “A Felicidade Relativa” (Michel Lopes)


--> Dia 30/11 (sexta)

19h – Palestra: “Terra: Escola dos Espíritos” (Jesus Alencar)


--> Dia 02/12 (domingo)

18h – Palestra: “Com Jesus e por Jesus” (Ruth Meireles)
19h – Lançamento da 3ª ed. da Revista Nova Aurora



 

FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL - TRADICIONAL JANTAR DA APEL




Venha saborear o tradicional jantar de Natal da APEL com a gente!!!

Palestrante: Eline Leal

Para participação contamos com a contribuição de R$ 15.00 (quinze reais) incluindo bebidas (refrigerante ou suco) e sobremesa.

Todo o valor sera revertido para a APEL- Associação Piauiense Espírita Langerton Neves da Cunha.

Participe!!! 
Divulgue!!! Traga sua família e os amigos!!!!!

INFORMAÇÕES:

Walnéa: 8827-0598
Maria Júlia: 9929-4312
Elsa: 8114-7466
Rozely: 9432-4498


att:
APEL-Associação Piauiense Espírita Langerton Neves da Cunha

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

GRUPO AME (CE) REALIZA O SHOW "INTIMIDADE ESPÍRITA" PARA LANÇAMENTO DO 1º DVD



A Sociedade de Estudos Espíritas de Teresina, em parceria com a Federação Espírita Piauiense e com o Grupo Sintonia, promoverá o Show INTIMIDADE ESPÍRITA do Grupo AME (CE), lançando para o público piauiense seu 1º DVD.

O Show tem a participação confirmada de Tarcísio Lima, arranjador, compositor e orientador musical do grupo em todos os discos que o AME gravou.

O evento tera como palco o Teatro 4 de Setembro, e ocorrerá nos dias 24 e 25 de novembro de 2012, às 19:30h. 


Ingressos antecipados a venda na Livraria da FEPI, Rua Olavo Bilac, 1394, Centro, Teresina-PI, ao valor de R$ 20,00. 

Informações: fone (86) 3221 2500.


FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

IX SEMESPI - SEMINÁRIO DO MOVIMENTO ESPÍRITA DE PICOS


PROGRAMAÇÃO


13:00h   Credenciamento

13:30h   Abertura

14:00h   Transformando Sentimentos (Drª Kátia Marabuco)

15:00h    Intervalo 

_ Participação Musical  Flavenildes Santana , Juliana Guedes e Emmanuelly Brandão

16:00h   A Estrada de Damasco (Cel. César Rocha)

17:00h   Intervalo

19:00h  O Amor como Terapia de Cura (Drª Kátia Marabuco)

20:00h  Encerramento

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

II CICLO DE PALESTRAS SOBRE MEDIUNIDADE NO CE. PAULO DE TARSO



Terá início no próximo dia 26/10, o 2º Ciclo de Palestras sobre Mediunidade, promovido pelo Centro Espírita Paulo de Tarso

O evento que acontece sempre às sextas-feiras, de 19:00 às 21:00, contará com sete palestras, ministradas por trabalhadores de diversas casas espíritas e irá até o dia 14 de dezembro.

Para participar, é necessário preencher uma ficha de inscrição, o que pode ser feito através do link http://tinyurl.com/bmtll9k  ou no próprio Centro, localizado na Rua Manoel Domingues, 2436 – Marquês (próximo ao Clube do Professor).


FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

terça-feira, 16 de outubro de 2012

FILME "E A VIDA CONTINUA" ESTÁ EM SUA SEGUNDA SEMANA EM CARTAZ EM TERESINA



Para quem ainda não assistiu, lembramos que continua em cartaz, em um dos cinemas de Teresina, o filme “E a Vida Continua...”, baseado no livro espírita psicografado pelo médium Chico Xavier.
São 4 sessões, com a primeira começando às 14:40 e a última às 21:10. Mais informações em http://www.cinemasteresina.com.br/

FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

ABRE A PORTA


“E havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.” – (JOÃO, 20:22.)


Profundamente expressivas as palavras de Jesus aos discípulos, nas primeiras manifestações depois do Calvário.

Comparecendo à reunião dos companheiros, espalha sobre eles o seu espírito de amor e vida, exclamando: “Recebei o Espírito Santo.”
Por que não se ligaram as bênçãos do Senhor, automaticamente, aos aprendizes?

por que não transmitiu Jesus, pura e simplesmente, o seu poder divino aos sucessores?

Ele, que distribuíra dádivas de saúde, bênçãos de paz, recomendava aos discípulos recebessem os divinos dons espirituais. Por que não impor semelhante obrigação?

É que o Mestre não violentaria o santuário de cada filho de Deus, nem mesmo por amor.

Cada espírito guarda seu próprio tesouro e abrirá suas portas sagradas à comunhão com o Eterno Pai.

O Criador oferece à semente o sol e a chuva, o clima e o campo, a defesa e o adubo, o cuidado dos lavradores e a bênção das estações, mas a semente terá que germinar por si mesma, elevando-se para a luz solar.

O homem recebe, igualmente, o Sol da Providência e a chuva de dádivas, as facilidades da cooperação e o campo da oportunidade, a defesa do amor e o adubo do sofrimento, o carinho dos mensageiros de Jesus e a bênção das experiências diversas; todavia, somos constrangidos a romper por nós mesmos os envoltórios inferiores, elevando-nos para a Luz Divina.

As inspirações e os desígnios do Mestre permanecem a volta de nossa alma, sugerindo modificações úteis, induzindo-nos à legítima compreensão da vida, iluminandonos através da consciência superior, entretanto, está em nós abrir-lhes ou não a porta interna.

Cessemos, pois, a guerra de nossas criações inferiores do passado e entreguemonos, cada dia, às realizações novas de Deus, instituídas a nosso favor, perseverando em receber, no caminho, os dons da renovação constante, em Cristo, para a vida eterna.


FONTE: Do livro: "Vinha de Luz" - Emmanuel / Chico Xavier

terça-feira, 18 de setembro de 2012

CANDIDATOS PRÓ-VIDA


No dia 7 de outubro, os brasileiros irão às urnas para escolher Prefeitos e vereadores para cumprir mandato pelos próximos
quatro anos.
Preocupado com a política que vem se fazendo em favor da liberação do aborto no país, o Movimento Nacional da Cidadania – Brasil sem Aborto (do qual fazem parte vários trabalhadores espíritas), está se mobilizando junto aos candidatos para saber quais deles defendem a vida desde a concepção.

O objetivo é facilitar em sua escolha os 78,6% de brasileiros que, segundo o CNT/Sensus de 2011, sabem que a total descriminalização do aborto não é solução para este delicado problema social.

Integram a relação candidatos de vários Estados e partidos.
A listagem dos que assinaram o termo de compromisso com a vida está em www.brasilsemaborto.com.br/index.php?action=campanha.

ACESSE O SITE: www.brasilsemaborto.com.br


O BEM E O MAL SOFRER




Era uma tarde de outono.

Em meio ao burburinho do cotidiano, uma jovem buscava organizar seus pensamentos para então tranqüilizar a mente e conseguir trabalhar.

Mas era tão difícil.

Por mais que buscasse organizar suas idéias, em poucos instantes seu pensamento vagava entre lembranças e aflições.

Desconcentrava-se e afligia-se.

Sentia vontade de sair correndo para longe.

No entanto, sabia que seu desconforto nada tinha a ver com seu trabalho.

Além disso, não seria um lugar qualquer que lhe devolveria a serenidade perdida.

Era nisso que pensava quando olhou pela janela.

Nuvens espessas e escuras escondiam o sol.

As montanhas próximas pareciam ter sido engolidas por densa névoa.

A luminosidade do dia dava lugar à certeza da tempestade que não tardaria a cair.

Sentiu seu coração ainda mais pesado.

Era como se o seu estado de espírito estivesse representado pelo cenário emoldurado na janela.

Quando as primeiras gotas da chuva começaram a escorrer pela vidraça ela sentiu-se mais infeliz.

O desejo de chorar só foi contido pela presença dos colegas de trabalho, alheios à sua dor.

Baixou novamente os olhos na tentativa de retomar o trabalho quando encontrou, entre seus pertences, um papelzinho impresso.

Era uma dessas curtas mensagens que se acham dentro dos chamados "biscoitinhos da sorte".

Era singelo, mas preciso: "depois da tempestade vem a bonança."

Reencontrar, naquele momento, quando a chuva caía pesada, o bilhetinho que recebera por acaso dias antes, parecia-lhe mais do que uma simples coincidência.

Afinal, sentia-se em meio a uma tempestade.

Problemas sérios invadiam sua vida.

Era como se uma enxurrada estivesse arrastando para longe dela sua paz e sua felicidade.

Olhou novamente para o pequeno papel e o releu.

No instante seguinte, olhou para fora.

Pensou:"para Deus nada é impossível."

Cobriu o rosto com as mãos e fez uma breve, mas sincera prece, rogando ao Pai força e coragem para prosseguir.

Sentiu-se mais leve e acabou sendo envolvida, sutilmente, pelo trabalho.

O telefone tocou, pessoas a chamaram para resolver questões profissionais, e assim foi.

Sem que percebesse, seus problemas pessoais cederam lugar à concentração no trabalho que ha pouco lhe faltava.

Os minutos foram seguidos pelas horas. Quando, no final da tarde, ela voltou seus olhos para fora não pôde conter o espanto.

A chuva havia parado e o cenário era muito diferente: o céu, banhado por intensa luz do sol, não tinha nuvens.

As montanhas, antes ocultas pela neblina, agora tinham seus contornos bem definidos.

Naquele momento, uma colega aproximou-se e disse-lhe: "quem diria, não?

Depois da chuva que caiu no começo da tarde, um final de dia ensolarado como esse!"

E completou, sorrindo: "para Deus nada é impossível!"

A jovem sorriu, sentindo o ânimo renovado, e pensou: "realmente, para Deus tudo é possível."
 

***

O amor de Deus é uma presença constante na vida de cada um de nós.

Enlevados pela alegria ou arrasados pelo sofrimento, por vezes, esquecemo-nos disso. No entanto, em momento algum Ele nos esquece, ou abandona.

 



Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

FILME "E A VIDA CONTINUA" ESTREIA 14 DE SETEMBRO NOS CINEMAS BRASILEIROS



O filme é baseado no best-seller espírita “E a Vida Continua”, escrito em 1968 pelo Espírito André Luiz, psicografado por Chico Xavier. 
Trata-se do 13º e último livro da série “A Vida no Mundo Espiritual”.
A história fala de uma jovem e um rapaz que se encontram numa aparente coincidência, desenvolvendo uma sólida amizade que persistirá até a passagem para o outro plano.

Será ali, do outro lado da vida, que eles enfrentarão enormes dificuldades e desafios, onde não faltarão surpresas e surpreendentes revelações?
Confira o trailer oficial do filme:


FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

CURSO DE PASSE NO CE. LAR DA CARIDADE - DOMINGO - 02/09


 
CURSO DE PASSES


DATA: 02/09 - DOMINGO

LOCAL: CE. LAR DA CARIDADE

HORÁRIO: 08:00h às 12:00h  /  14:00h às 16:00h



- PROGRAMAÇÃO -

 
08:00h – Inscrição/entrega de material

08:20h – Abertura

08:30h –Espirito e Períspirito
             – Expositora: Jesus Alencar

09:10h – Fluido Cósmico Universal
             – Expositora: Zenilda Rosa

09:40h – Centros Vitais
              – Expositora: Aldenora Alencar

10:10h – Cofee Break

10:20h - Recinto do Passe e a Agua Fluidificada
                – Expositora: Cristina Monte

10:50h – Condições para o passe
                 – Expositor: Marcelo Omena

12:00h – Almoço


13:30h – Dinâmica


14:00h – Requisitos Morais
                – Expositor: Zenilda Rosa

14:40h – Médiuns curadores e Técnicas do Passe                
                 - Expositora: Jesus Alencar


15:30h – Pratica do Passe 
              - Expositora: Aldenora Alencar

16:00h - Encerramento


- INFORMAÇÕES -

Jesus Alencar: (86) 9982-4192

terça-feira, 28 de agosto de 2012

OS ESPÍRITOS NÃO RESOLVEM OS SEUS PROBLEMAS


Muita gente procura o centro espírita em busca de uma conversa direta com os guias espirituais. Talvez acreditem que, se tiverem oportunidade de conversar, chorar suas mágoas e defender suas idéias de autopiedade, os espíritos se mobilizarão para auxiliá-los e destrinchar suas dificuldades com toda a urgência e facilidade. 

Meu Deus, como muitos amigos (as) estão equivocados! Espírito nenhum resolve problemas de ninguém. Esse definitivamente não é o objetivo nem o papel dos espíritos, meu filho (a). Se porventura você está em busca de uma solução simples e repentina para seus dramas e desafios, saiba que os espíritos desconhecem quimera capaz de cumprir esse intento.

No espiritismo, não se traz o amor de volta; ensina-se a amar mais e valorizar a vida, os sentimentos e as emoções, sem pretender controlar os sentimentos alheios ou transformar o outro em fantoche de nossas emoções desajustadas.

Os espíritos não estão aí para “desmanchar trabalhos” ou feitiçarias; é dever de cada um renovar os próprios pensamentos, procurar auxílio terapêutico para educar as emoções e aprender a viver com maior qualidade.

Até o momento, não encontramos uma varinha mágica ou uma lâmpada maravilhosa com um gênio que possa satisfazer anseios e desejos, resolvendo as questões de meus filhos (as). O máximo que podemos fazer é apontar certos caminhos e incentivar meus filhos (as) a caminhar e desenvolver, seguindo a rota do amor.

Não adianta falar com as entidades e os guias ou procurar o auxílio dos orixás, como muitos acreditam, pois tanto a solução como a gênese de todos os problemas está dentro de você, meu filho.


Ao menos no espiritismo, a função dos espíritos é maior do que satisfazer caprichos e necessidades imediatas daqueles que concentram sua visão nas coisas do mundo. Não podemos perder nosso tempo com lamentações intermináveis nem com pranto que não produza renovação. Nosso campo de trabalho é a intimidade do ser humano, e a conscientização de sua capacidade de trabalhar e investir no lado bom de todas as coisas. Nada mais.

Tem gente por aí se deixando levar pelas aparências de espiritualidade. A grande multidão ainda não despertou para as verdades espirituais e acha-se com os sentidos embriagados e as crenças arraigadas em formas mesquinhas e irreais de viver a vida espiritual. Persegue soluções que lhe sejam favoráveis, e, em geral, tais soluções dizem respeito a questões emocionais ou materiais que meus filhos (as) não se sentiram capazes de superar. Ah! Como se enganam quanto à realidade do espírito.

O aprendizado da vida é longo, amplo e exige um esforço mental de tais proporções que não torna fácil romper com os velhos hábitos de barganhas espirituais aprendidos com as religiões do passado.

Fazem-se promessas, cumprem-se rituais na esperança de que os espíritos ou Deus concedam-lhes um favor qualquer em troca de seus esforços externos, que presumem sobrepor-se aos valores internos. 


Pensamentos assim resultam de uma educação religiosa deficiente e advêm de hábitos seculares que perduram nos dias atuais e carecem de uma análise mais profunda. Os indivíduos que agem com base nessas premissas evitam reconhecer sua responsabilidade nos acontecimentos que os atingem e pensam enganar a Deus com seu jeito leviano e irresponsável de tratar as questões espirituais. Fatalmente se decepcionam ao constatar que aquilo que queriam não se realizou e que as focas sublimes da vida não se dobraram aos seus caprichos pessoais.

Os problemas apresentados pela vida têm endereço certo, e não há como transferi-los para os espíritos resolverem. Se determinada luta ou dificuldade chega até você, compete a você vencê-la. 


Na sede de se livrar do processo educativo ministrado pela vida, meus filhos (as) esperam que, os espíritos, possam isentá-los de seus desafios. Isso é irreal. Não detém o poder de transferir de endereço a receita de reeducação que vem para cada um. Nenhum espírito minimamente esclarecido poderá prometer esse tipo de coisa sem comprometer o aprendizado individual. Foram chamados pelo Pai para auxiliar meus filhos (as) apontando o caminho ou a direção mais provável para alcançarem êxito na construção de sua felicidade.

Vejam como exemplo a atuação do próprio Nosso Senhor Jesus Cristo. Mesmo matando a sede e a fome de multidões, ele não arranjou emprego para ninguém. Curou e restabeleceu a saúde de muitos que nele acreditaram, mas não libertou ninguém das conseqüências de seus atos e escolhas. Sabendo das dificuldades sociais da época, não tentou resolver questões que somente poderiam ser transpostas com o tempo e o amadurecimento daquele povo. Em momento algum o vimos a prescrever fórmulas para dar fim a desavenças de ordem familiar, socioeconômica nem tampouco emocional, recomendando meios de trazer o marido de volta ou fazer a pessoa amada retornar aos braços de quem deseja. Uma vez que ele é o Senhor de todos os espíritos e não promoveu coisas nesse nível, como podemos nós, seus seguidores, sequer cogitar realizá-las?

O que podemos deduzir das atitudes de Nosso Senhor, meus filhos (as), é que, se ele não se dispôs a realizar tais demandas, que na época certamente existiam, é porque a natureza de seu trabalho era outra. Mesmo debelando os males, prestando o socorro que podia, ele não eximiu a população de enfrentar seus desafios. Quem recebeu o pão voltou a ter fome e inevitavelmente teve de trabalhar para suprir as próprias necessidades; quem foi curado teve de aprender a valorizar a própria vida, pois outras enfermidades viriam mais tarde; quem Jesus ressuscitou dos mortos desencarnou mais adiante. Em suma, o processo de reeducação a que conduzem os embates da vida é tarefa de cada um. Cristo Nosso Senhor apenas indicou a direção, mas cabe a cada seguidor palmilhar o caminho com suas próprias pernas, avançando com passos seguros e resolutos em seu aprendizado.

Através desse raciocínio, meu filho (a), você poderá compreender a razão pela qual não há proveito em recorrer aos espíritos para livrá-lo do sofrimento ou isentá-lo de dificuldades. 


Esse é o caminho do crescimento na Terra, e não há como fugir às próprias responsabilidades ou transferir o destino das tribulações. A dívida acorda sempre com o devedor, não há como se furtar a essa realidade.



FONTE: Do livro "Pai João", autor Robson Pinheiro , editora Casa dos Espíritos


quarta-feira, 22 de agosto de 2012

1813º EVENTO FRATERNO AUTA DE SOUZA - TIMON



1813º ENCONTRO FRATERNO AUTA DE SOUZA
 
TIMON - MA
 
25 E 26 DEAGOSTO DE 2012
 
TEMA CENTRAL: “Amai-vos uns aos Outros”

 
TEMAS DOS CURSOS

 
TEMAS ESPECÍFICOS:

 
Tema 01 – Campanha de Fraternidade Auta de Souza (Nickson - Parnaíba)
Tema 02 – Posto de Assistência (Jacob -São Luis)
Tema 03 – Campanha de Esclarecimento Humberto de Campos: Empréstimo de Livros de Porta em Porta (Fernando - Parnaíba)
Tema 04 – Curso de Formação de Evangelizadores Infantis (Joelma - São Luis)
Tema 05 – Mocidade: Implantação, Organização e Funcionamento (Rafael - São Luis)
Tema 06 – O Centro Espírita (Gemânico-DF)
Tema 07– Desobsessão por Corrente Magnética (Cristian- Goiânia)

 
TEMAS ATUAIS:

 
Tema 01 – Adolescência: Um Desafio Para Pais e Educadores (Paula-PI)
Tema 02 – Festas Shows e Bares (Annyelle / Dario - PI)
Tema 03 – Depressão à Luz do Espiritismo (Germânico - DF)
Tema 04 – Conflito e Perdão no Ambiente Familiar ( Jesus Alencar – PI)
Tema 05 – Aborto não! Opção pela Vida, Sim! ( Nilo - PI)
Tema 06 – A Mediunidade na Atualidade: A Profecia de Joel (Laércio - PI)
Tema 07– Arte e Saúde (Grupo Arte Cura – Teresina - PI)

 
TEMA ESPECIAL:

 
O Centro Espírita: Escola do Evangelho (Jacob – São Luis)

 
INFORMAÇÕES:  

efastimon@hotmail.com (86) 9412-0161/9911-9251/9932/3982

terça-feira, 21 de agosto de 2012

CURSO DE PEDAGOGIA ESPÍRITA À DISTÂNCIA

A Associação Brasileira de Pedagogia Espírita está oferecendo três cursos de extensão à distância.

• Introdução à Pedagogia Espírita –Coordenação: Dora Incontri. Docentes: Alessandro Cesar Bigheto, Alysson Leandro Mascaro, Claudia Mota, Dora Incontri, Franklin Santana Santos, Luis Colombo, Priscila Grigoletto Nacarato, Regis de Morais, Samantha Lodi.  (40 horas)

• Educação e Espiritualidade – coordenação: Dora Incontri. Docentes: Alessandro Cesar Bigheto, Dora Incontri, Franklin Santana Santos,  Luis Colombo, Luiz Jean Lauand, Ney Lobo, Priscila Grigoletto Nacarato, Regis de Morais.  Entrevistas com: Juarez Tadeu de Paula Xavier, Leonildo Silveira Campos, Monja Heishin Gandra, Rabino Alexandre Leone, Sheikh Muhammad Ragip al-Jerrahi. (40 horas)
• Filosofia para Crianças e Adolescentes: como e para quê? - coordenação: Dora Incontri. Docentes: Alessandro Cesar Bigheto, Alysson Leandro Mascaro, Astrid Sayeg, Dora Incontri, Regis de Morais, Rita Foelker. (30 horas)
Aulas gravadas, atividades, material didático.

Saiba mais:

11- 81558366

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

VII JORNADA ESPÍRITA DE CAMPO MAIOR



O evento contará com palestras, que serão proferidas por expositores de Teresina, de 16 a 18 de agosto na sede do Centro Espírita Caridade e Fé, na Rua Siqueira Campos, 749 (próximo à Rodoviária), sempre iniciando às 19h30.
Além das palestras, começou nessa segunda (13/08) e vai até o dia 15/08, a Feira do Livro Espírita na Praça da Liberdade.

FONTE: 180Graus - Espírita - Raul Ventura

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

ASSIM CAMINHA O ESPIRITISMO NO PIAUI


Getulio Vargas iniciaria o ano de 1951 à frente do Executivo Nacional, com seu vacilante e polêmico mandato, em meio ao clima de desconfiança face à ditadura implantada em seu governo anterior. No Piauí, Pedro de Almendra Freitas igualmente assumiria o poder no nascer do ano vindouro, abrindo caminho para a oligarquia da qual foi o patriarca. O nordeste sofria uma grande seca, tornando-se mais um desafio para o já temerário governo Vargas, que se dividia nos desafios de combater a fome no semi-árido, explorar petróleo em território nacional e escapar das manobras políticas dos adversários. Em Teresina, João Mendes Olimpio de Melo, filho do Matias Olimpio, ex-Juiz de Direito, governador e senador pelo Piauí, fora eleito prefeito municipal.

Havia apenas 19 anos que o Espírito Emanuel apresentara-se ao médium Chico Xavier, em Pedro Leopoldo-MG, dando início ao valoroso serviço psicográfico, já tendo sido produzidos 50 ótimos livros, iniciando com Parnaso de Além Túmulo, de 1932, incluindo obras esclarecedoras e de linguagem acessível sobre a vida no plano espiritual, como é o caso do livro Nosso Lar, do espírito André Luiz.

Dez anos haviam se passado desde a reforma do Código Penal (1940), que deixou de criminalizar formalmente a prática do Espiritismo, fardo pesado que a Doutrina sofria no Brasil desde a Proclamação da República, motivo de ataques violentos da imprensa, incrédulos e opositores de toda a espécie, servindo ainda de motivação para divergências entre os seguidores. Durante o período da marginalização dos cultos do gênero, criou-se a figura do “baixo espiritismo”, para separar as práticas não kardecistas ou científicas.

Naquele ano de 1950 a Caravana da Fraternidade, excursão nacional liderada por Leopoldo Machado, da Federação Espírita Brasileira, passou por nosso estado com a finalidade de unificar as casas espíritas, até então poucas e esparsas.  O Piauí contava com apenas sete Centros de Estudos entre capital e interior.

No nosso estado daquela época, falar na Doutrina fora dos centros e mesas de estudo era entregar-se ao ridículo, sob a égide da blasfêmia e do satanismo. O mundo das igrejas ditas cristãs não divergia espiritismo, candomblé, macumba, ocultismo, magia negra e similares, cultos afros, etc. sendo normal fiéis fazerem o sinal da cruz ao passar em frente a uma Casa Espírita, como meio de proteger-se do “mal”.

Fazer trabalho mediúnico era “estar com o diabo nos couros”; o termo “desobsessão” não era tão conhecido e as manifestações do gênero eram combatidas com surras penosas e mergulhos em soluções de ervas diversas, como meio de expulsar os demônios. Na Bahia, as manhãs de sábado eram marcadas pela presença de galinhas mortas em meio a álcool e fumo nos cruzamentos das cidades.

A Federação foi instalada no Piauí em 27 de novembro de 1950.  Os pioneiros, entre coragem e inspiração divina, deram início a um trabalho árduo, mas próspero. O gigantismo da unidade da federação, os caminhos difíceis e demorados a serem percorridos não foram obstáculos intransponíveis.

Vencer é triunfar diante de alguma coisa. Vencer quando o medo e a desconfiança é a cortina que separa o trabalhador do objetivo, é triunfo só permitido sob a luz de Algo Maior, de um brilho que somente o Pai e Mestre Jesus pode emitir.

A semente vingou. Hoje temos 32 Casas na Capital e igual número no interior, presentes em 17 cidades. E temos muito ainda o que fazer, diante dos mais de 200 municípios sem estabelecimentos de assistência.

Em Brasília os governos entram e saem sob a mesma desconfiança de sempre; na política as oligarquias se entreolham com o sindicalismo pelego, de braços dados com o fiasco corrupto que nasce na Capital Federal; a seca ainda perturba os nordestinos. Mas as centelhas divinas iluminadas trafegam ininterruptamente pelas camadas sociais, descortinando as esferas de além túmulo.  Falar de Alan Kardec, Chico Xavier e André Luiz, já não é motivo de rejeição na maioria das rodas. Não é raro pessoas que, mesmo não se declarando espíritas, se dizem ter encontrado na Doutrina as respostas para as perguntas que tanto lhes perturbaram até então.

“Estou precisando de um passe” virou frase corriqueira, como quem diz “tou precisando tomar um banho morno”. Uma nova onda de amor e respeito invade as pessoas, lhes direcionando para novos rumos, em busca de sua evolução moral, não obstante as notícias negativas que turbinam ambiciosamente os índices de audiência dos meios de comunicação.

Temos muito que fazer. A tarefa é árdua, mas generosa. Que venham outros 61 anos, outras secas, outros tempos, outros mundos. A FEPI estará de portas abertas.

Por Altevir Esteves, do Centro Espírita Lar da Caridade

domingo, 8 de julho de 2012

VERSÁTIL LANÇA CAIXA DE DVDS COM PSICOFONIA DE CHICO XAVIER



Em homenagem aos 10 anos da desencarnação de Francisco Cândido Xavier, o maior médium de todos os tempos, a Versátil Vídeo Spirite promove, em agosto, um lançamento inédito em todo o mundo. 
Pela primeira vez, as pessoas poderão ouvir mensagens psicofônicas recebidas pelo médium espírita Chico Xavier entre 1954 e 1956 no Grupo Espírita Meimei em Pedro Leopoldo (MG), e que posteriormente foram transcritas nos livros Instruções Psicofônicas eVozes do Grande Além, ambos editados pela Federação Espírita Brasileira (FEB). 
Esse material histórico está reunido em Instruções Psicofônicas & Vozes do Grande Além, caixa em embalagem especial com 3 DVDs que traz, além das gravações, mais de uma de hora de vídeos e áudios extras. O lançamento estará disponível, a partir de 06 de agosto, na FNAC, Livraria Cultura, Saraiva, Submarino, Livraria da Travessa, 2001 Vídeo, DVD World, Livrarias Curitiba, entre outras lojas, livrarias e sites de venda de todo o País, além de distribuidoras e livrarias espíritas.
Ao todo, são 37 mensagens psicofônicas em pouco mais de 7 horas de gravação. Entre os espíritos comunicantes, destacam-se Emmanuel, André Luiz, Batuíra, Meimei, Cairbar Schutel, Teresa d’Ávila, Guillon Ribeiro, Leopoldo Cirne, Augusto dos Anjos, Antero de Quental e Amaral Ornellas.
O material foi cuidadosamente organizado ao longo de mais de quatro anos pelo pesquisador e documentarista espírita Oceano Vieira de Melo, diretor de O Grande Médium Espírita (2007), Divaldo Franco – Humanista e Médium Espírita (2008), Eurípedes Barsanulfo – Educador e Médium (2007) e A Grande Síntese de Pietro Ubaldi (2010). 
As gravações são comentadas por Arnaldo Rocha, amigo de Chico que participou dessas memoráveis reuniões mediúnicas e as transcreveu na época.
INFORMAÇÕES
Título: Instruções Psicofônicas & Vozes do Grande Além
Título original: Idem
País de produção: Brasil
Ano de produção: 2012
Gênero: Documentário
Direção: Oceano Vieira de Melo
Idioma: Português
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.85:1
Tempo de duração: 546 min.
Região: 4
Colorido & Preto e BrancoFaixa etária: Livre


Vídeos e áudios extras: Arnaldo Rocha fala sobre Emmanuel, Uma palavra do pesquisador Oceano Vieira de Melo, O reencontro de Arnaldo Rocha e André Luiz Xavier, A descoberta das fitas, Bastidores da gravação, Um reencontro histórico no Meimei, Depoimento de Arnaldo Rocha, Sarau na livraria espírita, Mensagem inédita de José Xavier sobre 1956 (áudio), Em 1954, a admiração da médium com o gravador (áudio), “Repara a Natureza”, mensagem inédita de Emmanuel gravada por Clóvis Tavares (áudio), “Trabalhemos Amando”, mensagem lida e gravada por Clóvis Tavares em 1955 (áudio).
Site da Versátil Vídeo Spirite:
Imagens para download: www.dvdversatil.com.br/press-release
Assessoria de Imprensa: Fernando Brito – Versátil Home Video
Tel.: (11) 3670-1954
Fax: (11) 3670-1957

PSICOGRAFIAS DE CHICO XAVIER: EFEMÉRIDES DE JULHO

O mês de julho assinala registros importantes no calendário da obra psicográfica de Francisco Cândido Xavier. 

No dia 8 de julho de 1927, Chico psicografou pela primeira vez, iniciando uma longa tarefa de intermediário para abrangente projeto de iluminação espiritual. Cinco anos depois, a FEB editava seu primeiro livro: Parnaso de Além Túmulo. Em julho de 1942, a FEB lançou o romance Paulo e Estêvão, de autoria de Emmanuel.

A Federação Espírita Brasileira tem promovido seminários sobre o romance histórico citado e acaba de editar uma versão comemorativa dos 70 anos de Paulo e Estêvão, e, em parceria com a FERGS lançou também Paulo e Estêvão para Jovens Leitores.

Informações sobre as efemérides citadas estão disponíveis em Suplemento Especial da revistaReformador, edição de julho de 2012.


FONTE: Boletim Eletrônico da FEB

quinta-feira, 5 de julho de 2012

PROGRAMAÇÃO DAS PALESTRAS NA S.E. CANTINHO DE LUZ FABIANO DE CRISTO

PALESTRAS TERÇAS-FEIRAS - JULHO/2012
CANTINHO DE LUZ FABIANO DE CRISTO
SEMPRE ÀS 19:20h no AUDITÓRIO




--> DIA: 10/07 
TEMA: Reencarnação e a Família
PALESTRANTE: Evany Oliveira


--> DIA: 17/07
TEMA: Transtornos Obsessivos
PALESTRANTE: Guana Quellenes


--> DIA: 24/07
TEMA: Evolução do Espírito
PALESTRANTE: Ribamar Jr.


--> DIA: 31/07
TEMA: Recordações da Mediunidade
PALESTRANTE: Jesus Gonçalves


SOCIEDADE ESPÍRITA FABIANO DE CRISTO
AV. MARECHAL CASTELO BRANCO, 1440 - CRISTO REI



quarta-feira, 4 de julho de 2012

ANGÚSTIA E PAZ



Previne-te contra a angústia.


Esta tristeza molesta, insidiosa, contínua, arrastante a estado perturbador. 

Essa insatisfação injustificável, perseverante, penosa, conduz-te a desequilíbrio imprevisível. 


Aquela mágoa que conservas, vitalizada pela revolta sem lógica, impele-te a desajuste insano. 


Isto que te assoma em forma de melancolia, que aceitas, empurra-te a abismo sem fundo. 


Isso que aflora com freqüência, instalando nas tuas paisagens mentais de pressão constante, representa o surgimento de problema grave. 


Aquilo que remóis, propiciando-te dor e mal-estar, impele-te a estados infelizes, que te atormentam. 


A angústia possui gêneses várias. 


Procede de erros que se encontram fixados no ser desde a reencarnação anterior, como matriz que aceita motivos verdadeiros ou não, para dominar quem deveria envidar esforços por aplainar e vencer as impressões negativas e as compulsões torpes. 


Realmente não há motivos que justifiquem os estados de angústia. 


A angústia entorpece os centros mentais do discernimento e desarticula os mecanismos nervosos, transformando-se em fator positivo de alienações. 


Afeta o psiquismo, o corpo e a vida, enfermando o espírito. 


Rechaça a angústia, pondo sol nas tuas sombras-problemas. 


Não passes recibo aos áulicos da melancolia e dispersa com a prece as mancomunações que produzem angústia. 


Fomenta a paz, que é o antídoto da angústia. 


Exercita a mente nos pensamentos otimistas e cultiva a esperança. 


Trabalha com desinteresse, fazendo pelo próximo o que dizes dele não receber. 


A paz é fruto que surge em momento próprio, após a germinação e desenvolvimento do bem no coração. 


Jamais duvide do amor de Deus. 


Fixado aos propósitos de crescimento espiritual, transfere para depois o que não logres agora, agindo com segurança. 


Toda angústia dilui-se na água corrente da paz. 




Psicografia de Divaldo Franco / Joanna de Ângelis